PM prende 11 pessoas e apreende cinco armas de fogo no interior

Durante patrulhamento, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) prendeu 11 pessoas e apreendeu dois adolescentes em oito municípios do interior, entre a sexta-feira (26/07) e a madrugada desta segunda-feira (29/07).

As prisões foram nos municípios de Codajás, Borba, Nova Olinda do Norte, Itacoatiara, Guajará, Alvarães, Careiro da Várzea e Urucurituba pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma, falsificação de cédulas, violência doméstica, tentativa de homicídio e estupro. Os policiais militares apreenderam trouxinhas de entorpecentes, cinco armas de fogo e uma arma branca.

Em Codajás (a 240 quilômetros de Manaus), após denúncia, a polícia prendeu um homem e apreendeu um adolescente com 79 papelotes de supostamente pasta base de cocaína e três armas caseiras.

Em Borba (a 151 quilômetros em linha reta da capital), um homem foi detido por passar notas de R$ 50 falsas, feitas na impressora de sua avó. Ele passou esmalte nas notas para parecerem verdadeiras. Ambos foram conduzidos e apresentados no 74° DIP para procedimentos.

No sábado (27/07), o Policiamento do Interior sediado em Alvarães (a 531 quilômetros da capital), prendeu um homem por violência doméstica durante a operação “Sentinelas do Amazonas VI”. Os policiais foram informados por populares que um homem havia agredido sua esposa e estava perseguindo-a com um terçado.

Flagrante – A Polícia Militar do município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus) prendeu, em flagrante, na Comunidade Sagrado Coração, Felipe Nunes da Silva, de 19 anos, sob a acusação de ter golpeado com um terçado um homem conhecido por “Marcelo”.

Ele e a vítima estavam consumindo bebida alcoólica na última quinta-feira (25/07). Segundo informações levantadas pela polícia, Marcelo teria tentado furtar uma quantia de R$ 300 de Felipe. Os dois brigaram e Felipe golpeou o opositor com um terçado. Marcelo caiu no Rio e está desaparecido.

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram o corpo, por volta das 15h30, nas proximidades de um flutuante no Paraná do Autaz Mirim.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA