Governo atende Adjuto Afonso e determina que AFEAM suspenda cobrança de empréstimos por 180 dias

Em resposta a um Requerimento de autoria encaminhado do deputado Adjuto Afonso em março deste ano para o Executivo, solicitando a suspensão por 90 dias nos vencimentos de empréstimos concedidos pela AFEAM, especialmente microempreendedores e pequenos produtores, chegou ontem a resposta da Casa Civil, confirmando que atendeu o pedido e ainda estendeu o prazo para 180 dias. As medidas são necessárias por conta da pandemia acusada pelo Covid 19 que afetou o setor econômico.

De acordo com oficio 126/2020, a AFEAM criou o Plano de Ação Emergencial de Renegociação de Dívidas para que os clientes possam prorrogar o pagamento das parcelas de seu financiamento, além de outras medidas de alívio para o fluxo de caixa desses clientes.

Dentre os benefícios, estão: prorrogação em até 180 dias para clientes adimplentes a partir de 1º de março; suspensão do envio para órgãos de restrição (SPC/Serasa); manutenção do conceito do cliente na Agência; desconto de juros de mora e multa, além de desconto do bônus de adimplência, e outros.
Acesso é feito por meio do atendimento virtual (chat on-line) no site http://www.afeam.am.gov.br/renegociacao ou pelo whatsapp (92) 99126-4047, das 8h às 17h (segunda à sexta-feira), para formalizar a assinatura de um novo contrato/instrumento de crédito.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA