Prefeitura distribui implementos agrícolas a mais dez comunidades

ÁLBUM COMPLETO AO FINAL DA REPORTAGEM

LÁBREA – AM – Da Redação – Nesta quinta-feira, 23 de maio, mais 10 comunidades foram contempladas com implementos agrícolas. A comitiva contou com a presença do prefeito, Gean Barros, vice-prefeito Mabi Canizo, presidente da Câmara, Fanga, vereadores, e os secretários municipais Simone (Ação Social) e Gerlando Lopes (Produção e Abastecimento).
Ao discursar no evento, o presidente da Câmara, Regifran Amorim Amâncio, o popular Fanga, falou sobre a importância da entrega desses equipamentos, que dá às famílias a oportunidade de obter o seu sustento, com seu próprio suor, e com muita dignidade.

O presidente da Câmara também destacou que está indo a participar de uma Audiência publica em Manaus na próxima semana, aonde estará presente representante do Ministério das Minas e Energias, onde ele vai ressaltar a importância de que se termine a implantação do Programa Luz para todos em todas as comunidades de Lábrea.

Sobre a distribuição de implementos agrícolas, Fanga disse a prefeitura deu a vara e também contribuiu um pouco com a pescaria. “Cabe agora a cada um dos membros da comunidade valorizar muito esse trabalho”, disse.

Fanga afirmou que esteve com o prefeito na Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) e é testemunha de quanto ele lutou para que Lábrea fosse um dos municípios do Amazonas a ser contemplado com o maior número de implementos. “Não se faz isso no ar condicionado. Se faz isso lutando e sabendo que aqui nós temos muitas comunidades para atender”, disse.

Já o secretário de Produção e Abastecimento, Gerlando Lopes, destacou a importância desse programa de distribuição de implementos agrícolas às comunidades indígenas. Segundo ele, a Administração Gean Barros e Mabi Canizo realmente se importa com os povos indígenas e é por isso que vocês vêem as coisas acontecendo nas mais diversas comunidades de nosso município.

O representante do IDAM, Carlos Antonio Pantoja enalteceu o respeito que os agricultores tem pela Assistência Técnica e Extensão Rural. Lembrou de uma audiência pública no início do ano onde a população cobrou políticas públicas para a área rural. “ Estamos de portas abertas para receber todos vocês. Estamos aqui resgatando a cidadania de cada um de vocês. Nós precisamos ensinar o caminho. Nós do Idam estamos fazendo nossa parte, embora reconheçamos que falta fazer mais, mas o que está dentro de nosso alcance, do que nós podemos fazer, nós estamos fazendo”, observou.

Em seu discurso, o prefeito lembrou do enorme desafio de seu cargo, lembrando que já foi prefeito por dois mandatos e agora já está há mais de dois anos em seu terceiro mandato. O prefeito fez observações sobre a desigualdade existente entre o interior e a capital Manaus, que concentra 95% da riqueza do Estado.

Gean Barros observa que a região é considerada riquíssima e de importância vital para a humanidade, mas ele sente que o povo do interior, não tem o seu trabalho reconhecido e vive muitas vezes em extrema pobreza.

Sobre a Zona Franca de Manaus, o prefeito questiona se não está mesmo na hora de ela acabar e ceder lugar para um novo modelo de desenvolvimento que contemple não apenas a capital, mas todo o interior do Estado.

O prefeito lembrou o caso do Estado do Pará, onde 75% da riqueza está no interior e apenas 25% na capital. Enfatizou também que no vizinho de Rondônia há casos de municípios do interior que são mais prósperos até do que a capital, Porto Velho.
Sobre a entrega dos implementos agrícolas, o prefeito falou de sua importância e pediu que a comunidade valorize isso, pois é um bem material que servirá para muitos anos.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA