O presidente da Comissão Especial que trata da proposta de Reforma da Previdência na Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), recebeu abaixo-assinado com cerca de 100 mil de trabalhadores rurais, encaminhado pelo presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetag-RS), Carlos Joel da Silva. Esse e outros pontos, como os que tratam do sistema de capitalização e a chamada desconstitucionalização, propostos pelo governo federal, foram os mais abordados durante a audiência, realizada em Porto Alegre, no Teatro Dante Barone, por iniciativa dos deputados gaúchos.

“Temos a convicção de que a reforma da previdência é importante para a busca pelo equilíbrio fiscal, como temos a sinalização de alguns partidos de que alguns itens, como a mudanças nas regras dos rurais, BPC e a capitalização não têm chances de passar pelo crivo dos parlamentares”, disse Marcelo Ramos, lembrando também que o Estado não pode gastar mais do que arrecada e que a persistir o desequilíbrio fiscal, uma hora a conta chegará.

SEMINÁRIO INTERNACIONAL – Nesta terça-feira (04/06), às 9 horas, dentro da programação da Comissão Especial da Reforma da Previdência, será realizado o Seminário Internacional: Experiências em Previdência Social, no auditório Nereu Ramos, anexo II da Câmara Federal. A ideia é reunir em mesas de debates especialistas que tragam os erros e acertos de reformas realizadas em outros países, a exemplo do Chile, que reformou seu sistema previdenciário no início da década de 80.

“Como o Chile foi o primeiro país do mundo a reformar seu sistema previdenciário, imagino que deva trazer experiências importantes. Assim como os representantes da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para a ONU, Banco Mundial, BID e Ipea, além de economistas de consultorias independentes”, disse Marcelo Ramos, citando alguns dos convidados para o seminário internacional.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA